Magazine Luiza compra KaBuM! por cerca de 3,5 bilhões de reais

Magazine Luiza compra KaBuM! por cerca de 3,5 bilhões de reais

Por Marina Filippe

Magalu anuncia a aquisição de 100% do KaBuM!, maior plataforma de e-commerce de tecnologia e games do país.

"Com a compra do KaBuM!, nos consolidamos como um dos líderes do e-commerce formal brasileiro e reforçamos nossa atuação em um dos mercados que mais crescem no mundo -- o de produtos para geeks e gamers", diz Frederico Trajano, CEO do Magalu.

Em um ano e meio, o Magalu adquiriu 21 empresas. A operação de compra do KaBuM! é a maior delas. A empresa, criada em 2003, em Limeira, no interior de São Paulo, tem um modelo de negócio que combina crescimento acelerado e alta rentabilidade.

Nos últimos 12 meses, o e-commerce adquirido teve receita bruta de 3,4 bilhões de reais e um lucro de 312 milhões de reais. “Esse nível de rentabilidade apresentado pelo KaBuM! não é comum em players de e-commerce, o que mostra a eficiência da gestão da companhia”, afirma Trajano.

Com a compra do KaBuM!, o Magalu reforça o pilar estratégico de novas categorias, com um sortimento complementar ao atual e com enorme potencial de crescimento.

Estratégia da operação

A partir de agora, essa plataforma passa a ser incorporada ao ecossistema do Magalu e operar em cooperação com o Jovem Nerd e o Canaltech, negócios recentemente adquiridos e que dialogam com o mesmo universo de clientes.

Junto com as recentes aquisições, o KaBuM! e o Magalu poderão oferecer uma experiência de compra, conteúdo e entretenimento completa para os amantes de tecnologia e do mundo gamer.

O KaBuM! também passa a usufruir de uma série de benefícios oferecidos pela plataforma do Magalu: oferta de produtos no SuperApp, uso da multicanalidade e do sistema de entregas mais rápido do Brasil e produtos financeiros, como cartões de crédito e seguros.

O valor total da aquisição será pago em três etapas. A primeira parcela, à vista, é de 1 bilhão de reais. A segunda etapa envolve a transferência de 75 milhões de ações ordinárias do Magalu, ao longo de um ano e meio.

A terceira etapa de pagamento -- de até 50 milhões de ações -- ocorrerá em janeiro de 2024 e será condicionada ao cumprimento de metas do KaBuM!. No total, a operação sai em cerca de 3,5 bilhões de reais, segundo estimativas de mercado.

 

Fonte: Revista Exame

Mantenedores do FGVcev